John Deere/Divulgação GROW+

Agronegócios

set

02

2020

Aproximação com startups é um dos caminhos da gigante de máquinas agrícolas para seguir se transformando

John Deere reforça inovação para acelerar eficiência das fábricas

O ritmo acelerado da inovação nos produtos da John Deere que chegam ao mercado está levando a uma grande transformação das unidades fabris da companhia, uma das maiores fabricantes de máquinas agrícolas do mundo. Um movimento que caminha lado a lado com a aproximação da marca com as startups. é assim que a John Deere quer reforçar a inovação e aumentar a eficiência e agilidade nos seus processos industriais.

“A necessidade de termos produtos embarcados com mais tecnologia exige muita velocidade das fábricas. O nosso desafio é poder executar cada vez mais as ideias que vem do nosso Centro de Inovação”, conta o Head de Inovação da John Deere Brasil, Mikael Nöremberg.

O executivo chegou recentemente à empresa, justamente, para criar o braço de inovação aberta focado em eficiência operacional. Reconhecida em inovação de produtos e negócios, a John Deere inaugura uma nova fase em que passa a dar maior foco aos serviços. “A nossa meta é endereçar as dores que temos na nossa indústria, como os processos de gestão, RH e logística, e não apenas as do agro”, explica.

John Deere reforça inovação para acelerar eficiência das fábricas.
Necessidade de ter produtos embarcados com mais tecnologia exige velocidade das fábricas

Isso envolve desenvolver iniciativas para tornar essas unidades mais eficientes, reduzindo o custo da operação e preparando-as para as mudanças em novos negócios e produtos que acontecerem daqui para frente. E se o tema é mais agilidade, inevitável não olhar para as startups.

“Essa empresas têm muita tecnologia, agilidade na implantação e um custo de operação menor, já que possuem estruturas mais enxutas. Com isso, conseguem trazer inovação e custo de implementação menor que os fornecedores tradicionais”, observa Nöremberg. Ele cita ainda a rápida resposta a alterações e customizações. “Com uma startup ao nosso lado, não levaremos meses para alterarmos algum sistema ou para validar provas de conceito, como às vezes acontece hoje em dia”, acrescenta Nöremberg.

Internamente, a preparação para esse movimento rumo a um maior nível de eficiência das fábricas já começou. A John Deere atua com base em três pilares: a criação de uma cultura de inovação, a criação de métodos de trabalho das equipes internas para atuarem lado a lado com as startups e o uso de metodologias de agilidade para preparar os times para atuarem no mundo digital. A fabricante também está criando iniciativas de intraempreendedorismo, para incentivar os seus colaboradores e pensarem o novo e empreender.

Nöremberg conta que foco dos projetos é aumentar agilidade e reduzir custo de operação da John Deere
Nöremberg conta que foco dos projetos é aumentar agilidade e reduzir custo de operação

“Já estamos nos conectando com os ecossistemas de inovação e começamos a analisar soluções que possam nos ajudar a reduzir despesas, ganhar agilidade e, desta forma, dar um melhor retorno aos nossos clientes. É um movimento que vai acontecer em todas as unidades fabris”, relata Nöremberg.

Patricia Knebel

Patricia Knebel

Jornalista, escritora e content creator especializada na produção de conteúdos multiplataforma
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter

Artigos Relacionados

Quer informação e conteúdo para construir o novo?

A nossa news é pra você!

Nossas Soluções

Trilhas de Inovação Aberta

Nossa entrega mais digital de todos os tempos.
Projetada para uma experiência incrível. Uma nova dimensão para a inovação aberta, harmonizando (intra) empreendedorismo com startups.

Programas de Inovação Corporativa

Revolucionários.
A ponte entre startups e (intra) empreendedorismo.
Criar desafios, gerar ideias, colaborar e conectar-se com startups. Diferentes caminhos para criar, gerenciar e capturar a inovação.

Editorias

Quer informação e conteúdo para construir o novo?

A nossa news é pra você!